A dormir...


Eu gosto de dormir assim...Todo esticado...
Por vezes sorrio quando estou a sonhar.
Também me costumo mexer e fazer barulhos.
Ressono um bocado, mas não é sempre.

'Jinhos do Noddy







O Natal, a pata, o pato e o Ano Novo.


Há cerca de 2 semanas tive um problema na minha patinha direita. Doi e está mais solta do que devia.
Agora ando uns dias mais animado, outros mais tristinho...
Mas o Natal foi bom e recebi mais um pato de presente.
Desejo um Próspero 2010 para todos.
'Jinhos do Noddy!

O meu pato


A dona comprou-me um pato.

Agarrei-me ao pato e já não o larguei.

Fiquei muito muito muito contente!

10 minutos depois já tinha arrancado os olhos ao pato, depois foi a cabeça e o rabo. Lá se foi o patinho...

A dona depois coseu o pato. Quando o dono chegou fui logo mostrar o meu brinquedo novo.
Jinhos do Noddy

Brincar, brincar, brincar...


Ando bem disposto...
Quero é brincadeira... Não vou poder empoleirarme nas escadas como fazia, mas já brinco muito.
Já voltei a chatear as pessoas com os meus brinquedos, e cada vez vou tendo mais resistência física.
Só vou voltar ao Doutor em Dezembro.
Pelo que me disseram, o meu corpo não está a rejeitar os implantes.
'jinhos do Noddy

A boa disposição está a voltar!!!

Tenho andado bem disposto...


Agora só quero rua, comer e brincar... Mas mais rua e comer...


Tenho um brinquedo novo, uma garrafa, e ando sempre a mostrar a toda a gente e a brincar com os donos.


Estou a ficar novamente eléctrico, já não quero dormir. Passo o dia a pedir para ir para a rua, ou outra coisa qualquer... Não quero é estar deitado.

'Jinhos do Noddy.



Mais fisioterapia e mais hidroginástica...


Já consigo andar nas 4 patas, mas só na relva e na praia. E mesmo assim ainda as coloco no chão dobradas (às vezes), mas já tenho a noção que não o devo fazer e já tento endireitar a pata esquerda.


Na pata esquerda já deixo fazerem-me tudo, mas a direita continua na mesma, isto é, reclamo quando lhe mexem e faço um filme do terror. A patinha direita sempre esteve pior do que a outra.


Mas tenho-me estado a sentir bem. Não tenho queixas. Continuamos à espera para ver...


'Jinhos do Noddy

A recuperar...

Eu estou melhor...

Já como bem. E, finalmente, depois deste tempo todo ontem foi o primeiro dia sem tomar "remédios".

Na relva, já meto as patinha no chão, e não me queixo... Sempre que estou distraído estou bem, desde que não me lembre ou veja mexerem nas patas...

Ando a fazer fisioterapia, mas porto-me muito mal, porque não quero deixar... Queixo-me muito...

Já comecei também a fazer hidroginástica, para exercitar os músculos das patas. Agora já não gosto tanto de água como gostava. Mas porto-me bem.

Este é um video meu, quando ainda andava com os pensos, na relva...

video

'jinhos do Noddy

A (des)envolver as emoções

Pronto! É oficial... só como se for dono a dar....


Continuo a fazer birrinha e de manhã prefiro não comer, porque é a dona a dar.

Tenho andado bem disposto e nunca mais me queixei com dores.

Já quero ir à rua e já voltei a cumprimentar as pessoas e os outros bichos.

Este sou eu a comer melancia... sempre gostei muito de coisas estranhas...

'Jinhos do Noddy...


video



O pós operatório...

Depois da operação fiquei muito queixoso... Chorei muito e só queria mimo.

Desta vez portei-me mal, lambia o penso e acabei por tirá-lo. Os donos tiveram de pôr outro, mas voltei-me a portar mal, queria morder e não deixava ninguem tocar nas patinhas...

Tenho sido um terror. Não como se for a minha dona a dar, só se for o dono. Os comprimidos e o antibiótico deito fora....

Isto sou eu a brincar com um amiguinho.... Antes da nova operação...


video

'Jinhos do Noddy.

Fui operado.... outra vez....




Fui operado no dia 29.
"Correu bem", disseram os Doutores...



Agora deixa ver como o meu corpo vai reagir...


Agora estou um bocadito deprimido... Choro muito, e passo muito tempo a olhar para as minhas patinhas...


Também estou amuado... Agora que já estava estabilizado e não me doía nada, começou tudo outra vez... A minha dona quer dar-me comer (com os comprimidos lá dentro), mas eu não me deixo enganar ;) Não como as coisas que ela me dá! Se for o dono ou outra pessoa a dar, devoro tudo.


Estão todos a torcer por mim, e pelas minhas patinhas...


'Jinhos do Noddy

Os meus brinquedos...


Esta é a minha corda.

Eu gosto muito que me atirem coisas para ir buscar, por vezes até me tornava muito chato, porque não parava quieto.

Gosto da corda, garrafas de plástico vazias (de preferências as que fazem mais barulho), de bolas.... Enfim, tudo o que possa ir buscar....

Andava sempre como estou na fotografia, com os brinquedos no ar atrás de toda a gente.

Os meus donos estavam sempre a comprar brinquedos (principalmente cordas) porque eu "gastava-as" num instante, e também perdia muitas (quando via alguém passar ao pé da minha porta, saltava o muro com um brinquedo e ia atrás das pessoas, depois ficavam na rua).

Agora, mesmo só a andar em duas patinhas, continuo com vontade de brincar. Vou buscar as coisas, mas depois canso-me logo...
'Jinhos do Noddy

O que me aconteceu...

No dia 17 de Março de 2009, atirei-me do colo do meu dono, eléctrico como sempre... Caí mal e fracturei as duas patas dianteiras.

Fui operado dia 19, levei uns ferros nas patinhas, para ver se conseguia ficar bom... Acontece que acabo por rejeitar tudo o que seja feito. Acabei por ficar com uma fractura exposta e fui novamente ao bloco no dia 7 de Abril. Mas o meu corpo não quer aceitar as tentativas que fazem para me curar.

Fisicamente continuo a reagir mal, pelo que o meu corpo tem rejeitado tudo o que foi tentado até agora.

Psicologicamente e emocionalmente demonstro uma grande vontade de ultrapassar tudo isto, tendo vindo a reagir de uma forma muito positiva e adaptando-me facilmente aos estados pelos quais tenho passado. Continuo bem disposto, meigo e com vontade de fazer as mesmas brincadeiras, continuo guloso e sempre atrás dos donos...

Ando só com duas patinhas e faço quase tudo o que fazia antes...

Este sou eu a passear...

'Jinhos do Noddy

video

Quem sou eu...





Nome: Noddy Filipe
Raça: Rafeiro
Sexo: Masculino
Filiação: Mãe caniche e o Pai incógnito (saltou o muro)
Origem: Pinhal Novo
Data de Nascimento: Setembro de 2005

Arquivo do blogue

A minha Lista de blogues

Seguidores